30/03/2018

Resenha: Além da Magia


Título: Além da Magia
Autor(a): Tahereh Mafi
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 368
Livro cedido em parceria com a editora Universo dos Livros
Há apenas três coisas importantes para Alice Alexis Queensmeadow, de 12 anos: sua mãe, que não sentiria sua falta; magia e cor, os quais parem escapar dela; e seu pai, que sempre a amou. No dia em que seu pai desapareceu de Ferenwood, ele levava consigo apenas uma régua. Já se passaram quase três anos e Alice está determinada a encontrá-lo. Ela o ama tanto quanto ama aventura, e está prestes a embarcar em um para encontrar o outro.
No entanto, trazer seu pai para casa não será tão fácil. Alice precisa viajar através da mística e perigosa Terra de Furthermore; onde para baixo pode ser para cima, papel está vivo e esquerda pode ser direita. Sua única companhia é um garoto chamado Oliver, cuja habilidade mágica é mentir e enganar – e com um mentiroso em uma terra onde nada é o que parece ser, requisitará de Alice toda sua concentração para encontrar seu pai e conseguir voltar para casa sã e salva. Em sua jornada, Alice precisa se encontrar- e se agarrar à magia do amor diante da perda.

Eu nunca fui muito amante de literatura infanto juvenil, mas sendo algo escrito pela Tahereh Mafi eu não poderia deixar de ler por nada nesse mundo. Claro que não me arrependi. Em Além da Magia a autora provou que consegue escrever gêneros diferentes e surpreender os diversos tipos de leitores. Desta vez o publico alvo são amantes da fantasia (e não vamos nos restringir a idade).

O livro se passa em um mundo imaginário que é regido pela magia e seres mágicos, cheio de cores e alegrias e sua personagem principal se chama Alice, uma jovem de 12 anos que nasceu sem nenhuma cor e por isso sempre se considerou diferente e até mesmo odiada pelos seres que vivem em seu mundo. Alice tem a necessidade de provar seu valor para a sua sociedade e até mesmo para a própria Mãe, que evidentemente a culpa pela desaparecimento do Pai. Mesmo com esses problemas Alice nunca deixou de ter esperança de encontrar seu pai e mostrar aos habitantes de Ferenwood que ela inteligente, capaz e tem tanto talento quanto todos os outros; O problema é que ela sente vergonha de si mesma e precisa quebrar essas barreiras. Não é uma missão fácil e ela não parece muito preparada para isso mas ao longo da história vamos vendo as suas mudanças ocorrendo conforme ela vai quebrando a cara em Furthermore.



Alice sai de Ferenwood com Oliver Newbanks, um garoto que tem a missão de encontrar Pai de Alice em Furthermore. Após um ano de falhas ele em pedir a ajuda da menina em sua missão, pois acredita que ela é a unica que pode realmente ajuda-lo a passar por todos os obstáculos e descobrir o que verdadeiramente aconteceu com Pai. E então eles saem nessa aventura juntos. E quando eu digo aventura não digo apenas no sentido de explanar o que acontece durante a obra, e sim de realmente pontuar tudo o que eles passam. Além da Magia foi, com certeza, um dos livros de fantasia que eu li que mais me mostrou realmente o que é literatura fantástica — e até me fez gostar um pouco do gênero.

Em Furthermore existem diversos vilarejos e todos tem suas próprias peculiaridades, criaturas boas e más e que no geral querem devorar criaturas magicas vindas de outros lugares. Existiram situações em que eu me vi com medo do que poderia acontecer com essas crianças, principalmente porque a autora não demonstrou ter nenhum problema em mostrar a maldade desse mundinho. Além da Magia é um infanto juveil que pode vir a deixar algumas crianças com medo, isso não pode-se negar, mas que também ira mostra-las coisas como preconceito, a importância do amor próprio, senso de perigo, compreensão  do porque os pais fazem o que fazem, e principalmente valor de uma amizade.

Apesar de ter gostado muito da história eu acabei me decepcionando um pouco com o final. Eu sempre vejo problemas em histórias em que o final é fácil e muito feliz. Claro que entendo o porque o final foi feliz, mas ainda assim o achei muito rápido e fácil diante de todas as coisas que aconteceram durante a narrativa, mas isso não tirou o encantamento do obra. Outro ponto positivo foi que Tahereh optou por uma historia narrada em terceira pessoa por um narrador que "ouviu" a história pela própria Alice. Este narrador conversa conosco antecipando nossas próprias duvidas e explicando pontos que ficaram para trás ou que nos fariam pensar "opa, tem algo errado ai". É um dialogo com leitores que pouquíssimos livros conseguem fazer tão bem. Além da Magia não chegou a entrar para a minha lista de favoritos mas é um livro que com certeza farei questão de indicar a amantes de fantasia e literatura infanto juvenil.

5 comentários:

  1. Olá!
    Eu gosto muito de livros infanto juvenis e é engraçado que sempre me compara com protagonista e sempre penso eu não tinha esses pensamentos tão inteligentes aos 9,12 anos... rs
    Eu fiquei curiosa em conhecer a história e a escrita da autora que pelo jeito vc conhece bem, quanto ao final da história, talvez nos decepcionamos com finais felizes pq nos tornamos adultos e adultos não acredita em magia (pelo menos a maioria) rs
    Adorei sua resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  2. olá... eu até gosto de juvenil mas a premissa desse titulo nao me impressionou... já li a trilogia da autora e até curti sua narrativa, mas não me vejo pegando outro livro dela hoje em dia...

    não curto finais felizes fáceis...
    bj...

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Eu confesso que nunca ouvi falar dessa autora e me surpreendi por saber que ela escreve diferentes gêneros.
    Eu gosto bastante de fantasia, porém, achei esse livro bastante juvenil e creio que não é meio estilo de leitura. Além disso, o fato do final ter te decepcionado e ser tão corrido e fácil, me deram a certeza de que não pretendo ler.
    De qualquer forma, adorei sua resenha e acredito que um público mais jovem, talvez, aproveite mais a leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Eu gosto de ler infanto, sempre pensando em selecionar livros para meus filhos. Tenho essa missão. Bom, quanto ao livro: achei que ele tem uma pegada de releitura de Alice no País das Maravilhas. Ou pelo menos faz uma homenagem. Eu gostei da proposta. Vou anotar a dica.

    ResponderExcluir
  5. Oie
    que pena que o final te decepcionou mas ainda assim parece ser um livro que vale a leitura, adorei saber mais e adorei sua resenha, parabéns e obrigada pela dica

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar. Volte sempre. <3